2 de novembro de 2010

O Jardim Secreto de Eliza

MORTON, Kate. O jardim secreto de Eliza. Rio de Janeiro: Rocco, 2009.

Acabei de finalizar a leitura do livro "O Jardim Secreto de Eliza" e, novamente, a autora Kate Morton me proporcionou momentos deliciosos e fantásticos!

A autora tem um jeito singular de escrever: ela mistura romance histórico com atualidade, além de muitos mistérios e segredos que cercam a sociedade da Europa do século XIX e XX. O seu segundo livro conta a história de Nell O´Connor que, aos 4 anos, é abandonada em um navio rumo à Australia. Carregando apenas uma pequena mala, sozinha e com medo, ela chama por Autora, uma misteriosa mulher que prometeu cuidar dela, mas que desapareceu sem deixar rastros.

"Estava escuro onde ela estava agachada, mas a menina fez o que tinham mandado. A dama tinha dito para esperar, que ainda não era seguro, que elas tinham que ficar bem quietinhas. Era uma brincadeira, a menina sabia, igual a esconde-esconde. De trás dos tonéis de madeira, a menina ouvia. Formou uma imagem em sua mente, como papai tinha ensinado. Homens, próximos e distantes, marinheiros, ela supunha, gritavam uns com os outros. Vozes altas e brutas, cheias do mar e seu sal. Ao longe: sirenes de navios, apitos de metal, remos batendo na água; e, no alto, gaivotas cinzentas gritando, asas abertas para absorver a luz do sol. A dama ia voltar, ela dissera que ia, mas a menina tinha esperança de que fosse logo".

Em 1975, Nell decide viajar pela Cornualha para recuperar seu passado e descobrir, finalmente, suas raízes. Guiada por um livro de contos de fadas vitorianos, a única pista que possui, vai desvendando página a página o segredo que liga à mansão Blackhurst. Trinta anos depois, a neta de Nell, Cassandra recebe uma inesperada herança de sua avó. Deixando para trás os surbúbios de Brisbane, a jovem ruma para a mesma região da Inglaterra onde Nell se aventurara décadas atrás.

Lá encontra um chalé em ruínas, com um jardim secreto, temido pelos habitantes locais, devido a sua lendas assombrosas. É nesse misterioso lugar que esconde a trágica verdade sobre a Autora de contos de fadas, Eliza Makepeace e sua verdadeira relação com a pequena menina abandonada no navio.

Imperdível!



Kate Morton é formada em artes dramáticas e literatura inglesa. Seu primeiro romance, "A Casa das Lembranças Perdidas" (fascinante!!!), foi best-seller absoluto na Inglaterra e traduzido em 31 países, inclusive no Brasil. Vive em Brisbane, na Autralia, com o marido e dois filhos.




Por Thais Miassi

Nenhum comentário: