6 de novembro de 2011

Caçada - P. C. Cast e Kristin Cast

CAST, P. C.; CAST, K. Caçada. Osasco, SP: Novo Século, 2010.
"Caçada" é o livro 5 da série House Of Night, uma das mais famosas e vendidas nos últimos anos.

A história retrata a transformação de uma simples humana em vampira, a jovem Zoey Redbird, que com apenas 17 anos descobre-se a verdadeira Sacerdotisa da deusa Nyx (protetora dos vamps).

Nesse volume, a guerra se inicia através do aparecimento de Kalona e a revelação explícita que Neferet, a Sacerdotisa da Morada da Noite, abandonou Nyx e optou pelas trevas.

Em uma batalha envolvente, Zoey precisa de seus amigos para combater todo o mal que se alastra pela cidade e, consequentemente, por todo o mundo. Mas, isso não é tarefa fácil, uma vez que Kalona é um anjo imortal e Neferet acumulou poderes fortíssimos.

Dos cinco volumes que li, considero "Caçada" como o mais envolvente, apesar de não aprovar/gostar do comportamento de Z. em alguns assuntos (principalmente, relacionados aos seus namorados rsrs).

Como já disse, para os fanáticos por vampirismo, a série House Of Night é uma ótima pedida!

Por Thais M.

23 de outubro de 2011

Indomada - P. C. Cast e Kristin Cast

CAST, P. C.; CAST, K. Indomada. Osasco, SP: Novo Século Editora, 2010.
Em Indomada, quarto volume da série House of Night, Zoey Redbird se vê em uma complicada situação: abandonada por seus melhores amigos, seu professor é brutalmente assassinado, seu namorado termina o relacionamento após ter visto ela com outro e para finalizar tem a absoluta certeza de que sua poderosa mentora, Neferet, está usando seu poder de Sacerdotisa para as forças do mal.

O que fazer agora? Com a ajuda de sua amiga, Aphrodite, Z. tenta reconquistar seus amigos Damien, Jack, Shaunee e Erin, para que uma visão não se cumpra: a morte de Zoey sozinha e sem ajuda de seus companheiros.

Mas, isso ainda é pouco se comparado com os problemas que o grupo enfrentará. Apesar de algumas vezes eu me revoltar com Zoey, esse livro é o início de uma grande batalha entre vampiros, demônios, nephilins e humanos.

Acredito que o quinto volume será de "roer as unhas", pois esse deixa um gostinho de quero mais.

Se você ainda não leu essa série está perdendo momentos de diversão, raiva e agonia. Muito bom!!!

Por Thais M.

17 de outubro de 2011

Souvenir - Therese Fowler

FOWLER, Therese. Souvenir. Rio de Janeiro: Objetiva, 2009.

Carson e Meg são adolescentes loucos um pelo outro até que, aos 21 anos, ela anuncia que vai se casar com outro homem. Carson, atordoado, mergulha na música para afogar suas mágoas, o que acabará por fazer dele um grande astro do rock. Meg se entrega ao papel de esposa do homem que salvou sua família da ruína e a sua profissão de obstetra. Duas décadas se passam até que as lembranças da juventude vêm bater com força à porta dos dois.

Meg estava com um problema. Ela tinha a doença de Lou Gehrig – ou ELA – uma doença neurodegenerativa fatal, que matava a pessoa aos poucos, paralisando todos os seus movimentos, até o ultimo suspiro.

Meg precisava de Carson, não só por causa da doença fatal, mas porque ela não queria mais sentir sofrer.

Assim como ela, ele também precisava dela por perto, porque a dona de seu coração era ela.
Algumas coisas nós ganhamos, algumas nós perdemos. E o livro, deu a entender que não importa o quão louco seja, mas devemos fazer, nunca desistir, porque como Meg, a vida poderia mudar em questão de dias, literalmente.

Em muitas partes do livro eu me encaixei na situação de Meg.

Esse livro é para aqueles que não se importam de chorar.

Enfim, eu gosto de livro deste gênero drama e romance, me traz para mais perto da realidade, me mostra que nem tudo são flores, nem tudo é azul, que existem desafios, barreiras e batalhas a vencer.

Por Marlene S.

16 de outubro de 2011

A Esperança - Suzanne Collins

COLLINS, Suzanne. A esperança. Rio de Janeiro: Rocco, 2011.

Último livro da trilogia “Jogos Vorazes” da autora americana Suzanne Collins. Impossível não mencionar o quanto essa história mexeu comigo. Em momentos (boa parte da leitura) senti ódio, raiva, dor e tristeza. Apesar de ser uma obra de ficção, infelizmente, existem fatos reais que, com toda certeza, serviram de base para a autora na hora da descrição da revolução (matança, busca pelo poder, torturas, são pequenos exemplos).

O primeiro volume, “Jogos Vorazes”, apresenta Katniss e Peeta, ambos tributos do Distrito 12. Após uma destruição apocalíptica, somente um país surgiu mediante as cinzas: Panem, composta por uma Capital que dita poderes e doze distritos que se empenham em fornecer suprimentos aos poderosos.
Como forma de inibir qualquer possibilidade de revolução, a Capital elaborou um reality show em que duas crianças selecionadas de cada distrito devem se enfrentar em uma arena, matando umas as outras, até que somente um vencedor sobreviva.

Mas, Katniss e Peeta fazem algo impossível: os dois tornam-se vencedores, desafiando, assim, os poderes da Capital.

No segundo volume, “Em Chama”, a Capital não aceita ser desafiada e prepara um Jogos Vorazes ainda mais sanguinário: convoca os dois vencedores de cada edição para competirem entre sim. Novamente, Katniss e Peeta juntos numa arena.

Em “A Esperança” é o desfecho de todos “Jogos Vorazes”: Katniss é declarada como personagem principal da revolução contra a Capital e seus poderes.

Uma trilogia de tirar o fôlego.... recomendadíssimo!!!

Por Thais M.

Não Conte a Ninguém - Harlan Coben

COBEN, Harlan. Não conte a ninguém. São Paulo: Arqueiro, 2009.

Dr. Beck e Elizabeth comemoravam o aniversário de 08 anos de seu primeiro beijo, no mesmo lugar onde se conheceram, quando o casal sofreu um terrível ataque. Ele foi golpeado e caiu no lago totalmente inconsciente e ela foi raptada e brutalmente assassinada por um serial killer.

O caso volta à tona quando a polícia encontra dois corpos enterrados perto do local do crime, junto com o taco de beisebol usado para nocautear David. Ao mesmo tempo, o médico recebe um misterioso e-mail, com alguns segredos que somente o casal sabia, este e-mail levou Dr. Beck a crer que só poderia ter sido enviado por sua esposa Elisabeth.

Esses novos fatos fazem ressurgir inúmeras perguntas sem respostas: Como Dr. Beck conseguiu sair do lago? Elizabeth está viva? Por que ela demorou tanto para entrar em contato com o marido?

Dr. Beck passa a ser o principal suspeito do FBI pela morte de sua esposa e também é caçado por um perigosíssimo assassino de aluguel. Ele apenas contará com a ajuda de sua melhor amiga Shauna, da célebre advogada Hester Crimstein e de um traficante de drogas.

Este livro de ficção tem um final surpreendente, gostei muito de ter lido e aconselho a leitura.

Por Marlene S.

5 de outubro de 2011

O Dom de Gabriel - Hanif Kureishi

KUREISHI, Hanif. O dom de Gabriel. São Paulo: Companhia das Letras, 2002.
Encontrei esse livro ao acaso. Não tive referências e nem indicação sobre o tipo de leitura que seria. Contudo, o título me chamou a atenção: “O dom de Gabriel” e logo pensei nas inúmeras opções para a habilidade desse homem.

Mas, ao ler... me deparo com um Gabriel de quinze anos que se encontra em um momento intrigante para a adolescência: a separação de seus pais.

O pai, Rex, um guitarrista da década de 60, muito famoso nesse período, é abandonado pela fama, tornando-se um homem sem sonho e sem vontade de conseguir um emprego e ajudar com as despesas de casa.

A mãe, Christine, aspirante a costureira de roupas da banda de rock de Rex, torna-se uma simples garçonete, único meio de sobrevivência.

Uma terceira personagem no livro: Hannah, a empregada que a mãe Christine contrata para cuidar de Gabriel. Uma senhora gorda, de aspecto masculino, estrangeira que não sabe falar quase nada de inglês, apaixonada por comida e que cuida do menino o tempo todo, tomando toda sua liberdade comicamente.
Gabriel tenta dar apoio emocional aos seus pais e nisso encontra seu verdadeiro dom: localizado entre a sensibilidade humana e a veia artística.

Uma mistura de criatividade, romance e realidade, Hanif Kureishi soube retratar uma história incrível e gostosa de se ler.

Por Thais M.

3 de outubro de 2011

Escolhida - P. C. Cast e Kristin Cast

CAST, P. C.; CAST, K. Escolhida. Osasco, SP: Novo Século Editora, 2009.

Escolhida, o terceiro volume da série House Of Night, é ainda mais repleto de aventuras. Zoey Redbird precisa encontrar uma solução para salvar sua melhor amiga, Stevie Rae, de uma transformação terrível: ser uma vampira “morta-viva” e sugadora de sangue impiedosa. De todos seus amigos, Z. encontra apoio na sua ex-inimiga Aphrodite.

Além de ter esse problema a ser resolvido, Zoey envolve-se num triângulo amoroso que a leva a decisões erradas que afetarão para sempre o seu conceito de amizade na Morada da Noite.

Mas isso é pouco perto das catástrofes que surgirão: dois assassinatos da escola de vampiros intrigam a sociedade. Todos os acontecimentos apontam que o Povo da Fé é o autor dessas terríveis crueldades contra os vamps.

Zoey se vê diante de um drama pessoal e numa posição realmente difícil. O que fazer quando seus melhores amigos não acreditam mais em você? Até onde seus segredos poderão ser expostos? Como comprovar que Neferet, a Grande Sarcedotisa de Nyx, é na realidade uma vampira cruel, egoísta e maldosa?

Leia!

Livros da Série House Of Night

Por Thais M.

Um Motivo Para Viver - Eliana Machado Coelho


"É uma doadora incondicional. Diante do quadro que se apresenta, sua porta voz do pedido de doação de seus orgãos. Muitos podem continuar vivendo com a decisão de vocês - Após pequena pausa, o médico perguntou com a voz meiga entendendo a dor que todos sentiam naquele momento: - A família autoriza a doação?"

O que fazer diante desta situação? No que baseamos para tomar tal decisão? Quais as consequências? É certo? É errado doar os orgãos? O que nos diz a espiritualidade?

Filhos adotivos? Qual a diferença entre os filhos naturais e filhos adotivos? Essas diferenças se encontram nos filhos ou nos pais? Existe filho adotivo? Afinal, o que significa ser, ou ter, um filho adotivo?

Abandono de um filho, violência à mulher, filhos adotivos, doações de orgãos.....são estas e muitas outras situações que Schellida, psicografada por Eliana Machado Coelho,  mais uma vez, nos mostra numa história empolgante, repleta de emoções, ensinamentos e conflitos interiores, nos fazendo refletir e irmos à procura de um motivo para viver. E sempre o há!

Por Mirlei Saes

1 de outubro de 2011

O Vinhedo - Barbara Delinsky

DELINSKY, Barbara. O vinhedo. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2009.

O Vinhedo é uma leitura da melhor qualidade, a festa foi regada à melhor safra das vinhas de Asquonset, o belo cenário que é descrito pela autora nos faz viajar e imaginar cada detalhe.

Olívia Jones é fruto de uma triste história de abandono de pai, mãe e de uns tantos homens mal escolhidos, ela é boa gente sem ser boba; é frágil, sem cair na fraqueza; e é batalhadora - luta para criar sozinha uma filha com dislexia, sem muito dinheiro no bolso - sem ser cínica. Mas, acima de tudo, Olívia é uma artista. Ela vê o mundo com os olhos da fotógrafa e restauradora que é e com a imaginação da escritora que virá a ser e acredita que, apesar de tudo, alguma boa surpresa a aguarda adiante no caminho.

Quando é contratada por Natalie para morar e trabalhar em Asquonset durante o verão, escrevendo as memórias da proprietária, Olívia acha que esta é a boa surpresa pela qual tanto esperou. Empacota a sua vida e a da filha em algumas poucas bolsas e pega a estrada com a certeza de que encontrará, no vinhedo, um sentido para a sua vida e, em Natalie, uma substituta para a mãe que não teve.

Enfim esta é uma história poderosa e comovente, a fantasia de uma vida ideal, o relacionamento perfeito, que se choca com a realidade.

Aconselho a leitura deste romance, este é o melhor e mais precioso romance que já li.

Por Marlene S.

30 de setembro de 2011

Como Ser Um Pirata - Cressida Cowell

COWELL, Cressida. Como ser um pirata. Rio de Janeiro: Intrínseca, 2010. (Como treinar o seu dragão, 2)

Como não poderia ser diferente, Cressida Cowell arrasou em “Como Ser Um Pirata”, o segundo volume da série “Como Treinar o seu Dragão”.

O livro retrata as aventuras de Soluço Spantosicus Strondus III e de seu dragão Banguela. Após conseguir passar pela primeira lição para se tornar um verdadeiro Herói Viking (ter conquistado um dragão), Soluço volta para o treino de como ser um verdadeiro pirata, mas como sempre o destino não está ao seu favor.

Durante a aula de combate em alto mar, o navio dos alunos do Prof. Bocão é naufragado devido uma batida com um misterioso caixão. Os alunos, inclusive Soluço, ficaram encantados com esse enigma e convocam toda sociedade viking para decidirem se abrem ou não o caixão que tinha as palavras gravadas: NÃO ABRAM – PROPRIEDADE DO PIRATA BARBADURA, O TERRÍVEL.

Tomados pela curiosidade, o caixão é aberto e nele se encontra um homem dormindo – Alvin, O Fazendeiro Pobre e Honesto que logo se apresenta como um infeliz que foi mutilado ao tentar encontrar o tesouro do Pirata Barbadura.

Possuídos pelo mapa encontrado por Alvin, os vikings juntamente com os alunos e Soluço iniciam uma incrível jornada em busca do tesouro perdido. Mas, o pequeno dragão Banguela desconfia de algo... ou melhor... de alguém – Alvin, O Fazendeiro Pobre e Honesto.

Será que Bengala está certo na sua teoria de conspiração contra Alvin? Soluço será o novo herói dessa aventura? E o tesouro perdido será encontrado?

Uma aventura de tirar o fôlego. Leiam!

Por Thais M.

Feia - Constance Briscoe

BRISCOE, Constance. Feia: a história real de uma infância sem amor. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2009.

Nunca imaginei que poderia existir uma mãe tão sem coração. Este livro Feia é a história real de uma infância sem amor. Imagine uma filha entregar sua fotografia, tirada na escola, para sua mãe. E sua mãe olhava da fotografia para a filha . Da filha para a fotografia. E dizer: “Meu Deus, como você pode ser tão feia. Feia. Feia.”

Essas palavras cruéis são apenas o começo. A mãe de Constance foi sistematicamente violenta com a própria filha, física e emocionalmente, durante toda a sua infância. Apanhando e sendo privada de comida, Constance estava tão desesperada, que foi sozinha até o Serviço Social e suplicou por proteção. Quando isso não deu certo, tentou dar fim à vida, tomando alvejante, uma vez que era chamada de “germe” por sua mãe.

Desenvolveu caroços nos seios, uma situação médica rara para uma criança, por conta dos beliscões nos mamilos e socos desferidos pela mãe.

Quando tinha 13 anos, foi abandonada em casa por sua conta e risco: não havia gás, luz ou comida.
Entretanto, de alguma maneira, Constance encontrou coragem para sobreviver. Esta é uma das mais comoventes, triunfante e inspiradora história que já li em minha vida.

Aconselho esta leitura, pois deve ter muitas Constance neste mundo e que passa despercebida em nossas vidas!!!

Por Marlene S.

28 de setembro de 2011

Como treinar o seu Dragão - Cressida Cowell

COWELL, Cressida. Como treinar o seu dragão. Rio de Janeiro: Intrínseca, 2010.

Não sei o porquê de ter demorado tanto para ler “Como Treinar o Seu Dragão”. Agora que terminei, sinto uma saudade imensa de Soluço Spantosicus Strondus III e de seu mal criado filhote de dragão Banguela.

A história é incrível... daquelas que nos prendem do início ao fim, além de proporcionar muitas risadas.

Soluço é o filho de Stoico, O Imenso, o chefe dos vikings. Todos esperavam que o filho fosse igual ao pai: heróico, alto, forte e de dar medo a qualquer criatura da face da Terra. Mas, não. Soluço é um menino de 10 anos, o mais magricelo da turma, aquele que apanha dos mais fortes e é tido como alvo de piada. Contudo, Soluço é inteligente, apaixonado por dragões e estudou até o idioma de dragonês (proibido na época).

Para se tornar um verdadeiro herói viking, Soluço e outros meninos de sua idade devem capturar e treinar um dragão cada um, de preferência o mais poderoso e impressionante de todos. Mas tudo o que conseguiu foi um pequeno filhote desdentado de dragão.

Nesse livro, Soluço nos conta esse momento em que encontrou o seu filhote de dragão Banguela, como foi o seu treinamento e o mais importante: como se tornou um extraordinário Herói Viking e Banguela superou todos os outros dragões poderosos.

Recomendadíssimo!

Por Thais M.

24 de setembro de 2011

Traída - P. C. Cast e Kristin Cast

CAST, P. C.; CAST, K. Traída. Osasco, SP: Novo Século Editora, 2009.

O segundo volume da Série House Of Night, Traída, é repleto de muitas aventuras de Zoey Redbird.

Z. se vê em um triângulo amoroso: Erik Night, seu atual namorado, Loren Blake, seu novo professor, e Heath, seu ex-namorado. Apesar de ter sido marcada como Vamp e possuir dons especiais concedidos pela deusa Nyx, Zoey sofre as crises de uma adolescente normal.

Nos primeiros meses na Morada da Noite, Z. se estabelece e finalmente sente-se incluída e aprende a controlar seus poderes.

Contudo, em Traída, Zoey confirma que a escuridão nem sempre equivale ao mal, bem como a luz nem sempre traz o bem. Lutando contra a morte que se abate sobre os amigos de seu ex-namorado (mortes misteriosas), Z. tenta descobrir, através do poder de seus amigos e de seu dom, quem está por trás desse mistério... e nisso, descobre o quanto foi traída.

Para quem gosta de histórias de vampiros, essa série vale a pena!

Primeiro volume da série House Of Night: Marcada (confira aqui a resenha)
Por Thais M.

23 de setembro de 2011

Branca como o Leite, Vermelha como o Sangue - Alessandro D´Avenia

D´AVENIA, Alessandro. Branca como o leite, vermelha como o sangue. Rio de Janeiro: Bertrand, 2011.

É ótimo esse livro tem um toque muito especial, diferente de quase tudo que já li. Ele tem, digamos assim, uma filosofia um tanto quanto suave e forte ao mesmo tempo. Ele é um livro que vai da dor e passa para a paz de uma maneira rápida e sutil.

Leo é um adolescente que faz o que é normal para os adolescentes: toca sua guitarra, detesta escola, adora o futebol e está apaixonado. Mas, é essa paixão que o torna diferente dos demais. É essa paixão que faz com que ele declare: "Nasci no primeiro dia de aula, cresci e envelheci em apenas duzentos dias". O primeiro amor de Leo o fez um homem, lógico, que um homem que tem muito no que amadurecer, mas o fez homem.

Esse romance me fez navegar e reviver minha vida de adolescente, as dúvidas que tive assim como Léo teve. Este livro faz com que vivamos aquela realidade, que é amarga, mas é doce. Vale a pena se deliciar em cada palavra e refletir a cada frase. Essa história nos faz crescer e nos ajuda a ver que a solução pode estar do seu lado, é só olhar um pouquinho para os detalhes pra perceber que tudo sempre valeu a pena.

Fiquei encantada com esta leitura que cheguei a derramar muitas lágrimas, me fez pensar sobre vários aspectos da minha vida, e achei muito interessante com as comparações de cores que o autor usa nesta história.

Lindo....lindíssimo....aconselho a leitura!!!

Por Marlene S.

21 de setembro de 2011

O Tamanho do Céu -Thirty Umrigar

UMRIGAR, Thirty. O tamanho do céu. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 2009.

Ellie e Frank após perder seu filho Benny de sete anos, por culpa de uma meningite, sentem que o casamento está doente. Até que certo dia, Frank recebe uma proposta de emprego para trabalhar na Índia. Então, o casal vêem nesta proposta uma chance de salvar o casamento e deixar as lembranças tortuosas de lado. Chegando a Índia, Frank começa a se apegar a Ramesh, filho de seus empregados da casa.

Ellie percebe que o marido está usando o filho de outro para superar a dor da perda do próprio filho, e ela não acha justo. Ele por sua vez sempre fala que não está roubando o filho de ninguém, que está apenas pensando no futuro do menino, que ele vê muito potencial no garoto e que quer investir.

Essa amizade mudará completamente a vida de todos. A narrativa começa a passos lentos, mas está escrita de uma forma muito gostosa. É uma história de final muito triste, não imaginava que terminaria da forma que terminou me surpreendeu bastante.

Por Marlene S.

13 de setembro de 2011

Uma Estranha Simetria - Audrey Niffenegger


NIFFENEGGER, Audrey. Uma estranha simetria. Rio de Janeiro: Objetiva, 2011.
Que livro estranho, mas delicioso de se ler. Sim, é esse pensamento que tenho ao terminar “Uma Estranha Simetria” de Audrey Niffenegger.

É uma obra diferente de tudo que já li. Em alguns pontos, eu lembrei de “A Sombra do Vento” e “O Jogo do Anjo” do autor Carlos Ruiz Zafón, mas mesmo assim o enredo e o sobrenatural é inédito para mim.

“Uma Estranha Simetria” conta a historia das gêmeas espelhadas Valentina e Julia, filhas de Edie, irmã gêmea de Elspeth. Ambas são unidas em tudo, no gosto pelas roupas, pelas atividades em comum... Contudo, essa simetria acaba sendo abalada com a morte de sua tia Elspeth, que deixa de herança o seu apartamento em Londres.

As gêmeas trocam sua pacata cidade americana pelo pequeno apartamento londrino localizado no fundo do cemitério Highgate. Nessa mudança, elas descobrem que a morte foi a maneira que sua tia encontrou de se aproximar de suas sobrinhas, uma vez que por um motivo sombrio sua mãe e Elspeth não se viam há mais de 21 anos.

Audrey Niffenegger transpõe todas as barreiras do sobrenatural, nos envolvendo de maneira complexa e convincente.

Adorei!

Por Thais M.

9 de setembro de 2011

A Mulher do Viajante no Tempo - Audrey Niffenegger

NIFFENEGGER, Audrey. A mulher do viajante no tempo. Rio de Janeiro: Objetiva, 2004.
Henry, um atencioso bibliotecário, sofre de um distúrbio genético raro. De tempos em tempos, sem aviso e sem saber para onde vai ele viaja no tempo. Em qualquer lugar do passado ou do futuro ele aparece nu como veio ao mundo, sem poder alterar nada, apenas tentando sobreviver até voltar ao presente.

Clare viveu uma vida muito diferente de todas as outras garotas, pois aos seis anos de idade conheceu seu futuro marido Henry, ele na época com 36 anos. Com o passar dos anos ela recebeu inúmeras visitas de Henry e é nesse momento que esta história de amor começa.

É uma história de amor épica, doce e ao mesmo tempo avassaladora. Um amor que sobrevive a distância, a separação e até a morte.

Este livro fala da distância e da saudade, principalmente de quem fica. Um amor incondicional que nos mostra não um final feliz, mas sim uma vida feliz. A constante espera de Clare por Henry é triste e encantadora. Ele encontra nela uma tábua de salvação, seu porto seguro, sua luz e seu motivo de viver.

É uma história que te faz acreditar, sonhar e lutar, que te dará força quando você pensar em desistir. Chorei sim no final, pois este livro me mostrou a força do amor e da superação e me ensinou também a dar valor aos pequenos momentos de nossa vida.

Aconselho a ler, pois é o romance que marcou a estréia da escritora Audrey Niffenegger.

Por Marlene S.

Conte-Me Seus Sonhos - Sidney Sheldon

SHELDON, Sidney. Conte-me seus sonhos. 17. ed. Rio de Janeiro: Record, 2010.

Em “Conte-me Seus Sonhos”, o autor Sidney Sheldon relata a história de três jovens acusadas de uma série de assassinatos: Ashley, Toni e Alette.

Através de evidências, a polícia efetua a prisão de Ashley Patterson como responsável por todos os assassinatos. Mas, Toni e Alette não foram presas? Qual o motivo?

Todas são uma única pessoa: Ashley Patterson, que sofre de Transtorno de Personalidade Múltipla.

Com um enredo de tirar o fôlego, Sheldon aborda esse tema muito discutido na sociedade psiquiátrica. Será que Ashley fingiu esse transtorno para se livrar da prisão ou realmente suas personalidades possuíam comando absoluto sobre seu corpo?

Não foi um dos melhores livros que li do autor, mas a história é interessante, valendo as horas que tive de leitura.

Por Thais M.

5 de setembro de 2011

Os Ladrões de Cisne - Elizabeth Kostova

KOSTOVA, Elizabeth. Os ladrões de cisne. Rio de Janeiro: Intrínseca, 2011.

Sabe aquele livro que quando o finalizamos temos a sensação de que sentiremos saudades dele? Esse é o sentimento exato que sinto nesse momento.

Elizabeth Kostova, autora de “Os ladrões de cisne” criou uma história incrível, repleta de detalhes sobre pinturas, artistas e telas. Enfim, um romance que gira em torno da obsessão de um artista.

O livro conta a história de Robert Oliver, um famoso pintor e professor que é preso ao tentar violar uma obra de arte na National Gallery of Art. Seu estado é lastimável, palavras confusas, não sabe explicar o porquê do ataque, assim, é enviado aos cuidados do Dr. Andrew Marlow, psiquiatra.

Confinado no quarto de um hospital psiquiátrico, Oliver, em silêncio absoluto, nada faz além de pintar quadros de uma misteriosa mulher com vestimentas francesas do Século XIX.

Quem seria essa mulher intrigante? Qual foi o motivo que gerou um ataque ao museu? Movido pela curiosidade profissional, Dr. Marlow embarca numa perseguição em busca dessas respostas, indo além do que é permito na sua profissão: revira o passado de Oliver através do contato com sua ex-mulher e sua ex-amante.

Não quero me prolongar sobre a história. Finalizo com um único pedido: leia “Os ladrões de cisne”. Lindamente escrito... e incrivelmente arrebatador!

Por Thais M.

29 de agosto de 2011

Onde Estão As Crianças? - Mary Higgins Clark

CLARK, Mary Higgins. Onde estão as crianças? Rio de Janeiro: Record, 2007.

Nancy foi acusada de cometer o assassinato de seus dois filhos: Peter e Lisa; mas por uma questão técnica do julgamento (o desaparecimento da principal testemunha) ela foi absolvida. O caso de assassinato, porém, nunca foi arquivado.

Nancy mudou de aparência e de cidade, reconstruiu a sua vida, casou-se novamente e teve mais dois filho: Mike e Missy. E apesar do medo de que a testemunha reaparecesse e o caso de assassinato fosse reaberto, Nancy viveu feliz com a sua família por sete anos... até... que um dia seus dois filhos do segundo casamento desapareceram enquanto brincavam no quintal de casa.

A história se repete. Todo tempo era precioso e Nancy é a única suspeita.

Eu (literalmente) não consegui parar de ler esse livro. Ele é viciante, fiquei desesperada para chegar ao desfecho do caso. Resumindo, simplesmente não consegui largar o livro e o li em apenas um dia. Aconselho a quem gosta de livro de suspense, vale a pena ler Onde estão as crianças? é maravilhoso!!!

Por Marlene S.

27 de agosto de 2011

A Descoberta das Bruxas - Deborah Harkness

HARKNESS, Deborah. A descoberta das bruxas. Rio de Janeiro: Rocco, 2011.
A Descoberta das Bruxas”, da autora americana Deborah Harkness, tem como personagem principal a historiadora na área de Alquimia, Profª. Diana Bishop. No seu mundo, os habitantes são constituídos de humanos, bruxas, vampiros e demônios, porém estes três últimos são discretos e não permitem que os seres humanos descubram o mundo paralelo a sua realidade.

Diana, uma bruxa que evita ao máximo usar os seus poderes, em meio aos seus estudos sobre Alquimia, se depara com um antigo manuscrito que retrata a origem de espécies sobrenaturais. Mas, essa descoberta proporciona uma mudança radical em sua vida: vampiros, bruxos e demônios passam a persegui-la e a ameaçá-la. Mas, o que Diana descobriu? O que ela tem a ver com tudo isso sendo que desde a morte de seus pais evitou a todo custo utilizar-se de magias?

Para ajudá-la a desvendar os muitos mistérios que surgem, Mathew Clairmont, um vampiro de mais de 1.500 anos, fica ao seu lado em todos os momentos e a protege das investidas de seus novos inimigos.
Eu criei muita expectativa com essa obra. Claro que eu gostei, mas não foi um livro que me prendeu do início ao fim, ou seja, para mim o considerei como uma leitura devagar com muitos detalhes explanados longamente. Só fiquei empolgada mesmo a partir da metade do livro (olha que a obra contém mais de 630 páginas).

A Descoberta das Bruxas” ainda é o primeiro volume. Quero ler o segundo, pois acredito que a autora deixou as principais aventuras de Diana e Mathew para a próxima obra.

Se você gosta de vampiros e bruxas, vale a pena conhecer mais sobre o mundo sobrenatural das Bishop.

Por Thais M.

26 de agosto de 2011

Segundas Chances - Barbara Delinsky

DELINSKY, Barbara. Segundas chances. Rio de Janeiro: HR, 2007.

Segundas Chances é um romance com duas histórias. Uma delas tem como título “Com Amor e Carinho” e a outra é “Um amor de Adolescente”.

COM AMOR E CARINHO

Karen sofre por ter atropelado Rowena, avó de Brice. E ele fez questão de mover uma ação contra a moça. Embora absolvida, Karen, toda semana, encontra um tempo entre dois trabalhos e a faculdade para visitar Rowena na casa de repouso e as duas se tornam amigas.

Em um fia de forte nevasca, Karen vai visitá-la ardendo em febre. Quando a visita termina, ela desmaia no estacionamento.

Karen é resgatada por Dr. Brice que passa a cuidar dela. Por ele ser médico, os seus instintos de cura assumiram o controle.

Aos poucos, ela vai conquistando não apenas espaço na vida do solteirão como também no coração.
Este romance é de muita paixão e redenção, vale a pena ler.


UM AMOR DE ADOLESCENTE

Aos 17 anos, Marni se apaixonou por Web, melhor amigo de Ethan, seu irmão mais velho. Os dois começaram um lindo romance, que foi logo interrompido pelo terrível acidente de moto que tirou a vida de Ethan.

Os pais de Marni culpam Web, pois era ele quem conduzia o veículo. Catorze anos se passam, e um dia Marni é escolhida para ser fotografada por um dos maiores fotógrafos de Nova York: Brian Webster, que logo se revela Web, o primeiro e único amor de sua vida. Web e Marni percebem que os laços que unem seus corações são muito mais fortes do que toda culpa que carregam.

Entretanto, mesmo incapazes de mudar o passado, o amor que os une fará o casal construir um futuro.
Esta é uma história onde não há espaço para o ódio!!

Enfim, já li outro livro da autora, O Vinhedo. Considerei o primeiro bem melhor. Claro que “Segundas Chances” não é ruim, mas para o meu gosto literário o considerei muito “água com açúcar”. Para quem gosta de romance assim, essa é uma boa pedida!

Por Marlene S.

14 de agosto de 2011

Bellíssima - Nora Roberts

ROBERTS, Nora. Bellíssima. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2010.
Bellíssima é um livro excelente. A história começa quando Dra Miranda é assaltada em sua casa. Ela é uma especialista em Renascença e é muito boa no que faz. Ela mora com o irmão Andrew e o ama, mas acaba passando por muitos problemas porque ele é alcoólatra.

Além disso, ela tem problemas com os pais porque nunca demonstraram amor por ela ou por seu irmão.

Sendo ela especialista em autenticação de obras renascentista, Dra. Miranda atesta como original uma falsificação. Ao descobrir a farsa, ela decide encontrar a verdadeira peça e revelar o motivo para tal crime.

Miranda conta com a ajuda do sedutor ladrão Ryan Boldari, que pensa em se apoderar da obra de arte. Porém, os planos dos dois ruem quando um perigoso assassino começa a persegui-los.

E a situação se fecha quando fica nítido que o assalto à residência de Miranda não foi um mero acaso.
Mas Dra. Miranda segue vivendo, sendo a melhor no que faz: uma mulher de sucesso e dirigindo ao lado do irmão, o Instituto de Arte da Nova Inglaterra.

Este livro é repleto de traições, deslealdades, ambições, arte e romance. Se você nunca leu Nora Roberts comece por Bellísima, é um romance incrível e irresistível!

Por Marlene S.

Desaparecido Para Sempre - Harlan Coben

COBEN, Harlan. Desaparecido para sempre. Rio de Janeiro: Sextante, 2010.
Desaparecido para sempre” é o segundo livro que leio do autor Harlan Coben, é muito surpreendente e envolvente. Conta a história de Will que tinha como herói o seu irmão Ken. Até que um dia sua ex namorada é violentada e brutalmente assassinada, e Ken é considerado o principal suspeito.

Ken desaparece sem deixar pistas e somente quando sua mãe morre, onze anos após o crime, é que Will descobre uma foto recente de seu irmão foragido e considerado morto. A partir daí Will começa a enxergar verdades sobre Ken e sobre si mesmo.

Para aumentar ainda mais a tensão na vida de Will, sua namorada também desaparece. Além disso, alguém parece querer manter os fatos sob sigilo.

Este mistério leva-nos às mais ardilosas viradas na trama e a um surpreendente desfecho.

É um suspense que mostra a busca pelo assassino, pela vítima e pela verdade.

Por Marlene S.

8 de agosto de 2011

Marcada - P. C. Cast e Kristin Cast

CAST, P. C.; CAST, K. Marcada. Osasco, SP: Novo Século Editora, 2009.
Marcada conta a história de Zoey, uma garota típica americana (adolescente de 16 anos, pais separados e ex-namorada do cara mais bonito da escola), contudo ela vive numa sociedade diferente da nossa, onde vampiros convivem normalmente com os humanos.

Nada de mordidas, cruz, alho, dentes afiados... nada disso. Para se tornar um possível vampiro, basta ser o(a) escolhido(a) por um Marcador. Eis que Zoey é a recém marcada da vez.

Mas, ser marcada ainda não a torna apta a ser uma verdadeira vampira. Zoey deve abandonar sua família desestruturada, seu ex-namorado que ainda está apaixonado e sua melhor amiga; e iniciar sua nova fase na escola Morada da Noite, que ensinará todos os conceitos sobre vampirismo, rituais e técnicas de sobrevivência.

Sua chegada é motivo de alegria para muitos, mas para o grupo de Aphrodite, Zoey significa uma pedra no sapato. Por que essa novata mexe tanto com Aphrodite, a aluna e possível Sacerdotisa dos Filhos e Filhas da Noite? O que Zoey tem de diferente dos outros novatos? Será que o formato da marca de Z. significa algo mais?

Um enredo envolvente e jovem. Se você gosta de livro de aventura com muito mistério e vampiros, recomendo a leitura!

“Marcada” é o primeiro volume da série “The House Of Night”.

5 de julho de 2011

Um Lugar Para Todos - Thirty Umrigar

UMRIGAR, Thirty. Um lugar para todos. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 2008.
É difícil escrever uma crítica sobre sua autora favorita. No meu caso, falar de Thirty Umrigar é complicadíssimo, pois adoro todos seus livros, sua escrita, suas personagens.

Quanto tenho que indicar um livro para alguém, Umrigar é a escolha certa.

A autora, nascida em Bombaim na Índia, retrata muito bem a sociedade indiana com seus costumes, tradições, alegrias e dificuldades.

Agora o sol está bem desperto, mostrando, feroz, suas garras, fazendo o suor escorrer pelas costas de todos. Antes que complete sua jornada no céu e seja recebido de braços abertos pelo mar da Arábia, muita coisa vai acontecer: migrações para a cidade, nascimentos, matrimônios, mortes por dotes, amores proibidos, aumentos de salário, primeiros beijos, processos de falência, acidentes de trânsito, transações comerciais, lucros e prejuízos, fechamentos de fábricas, aberturas de exposições, saraus de poesia, discussões políticas, despejos. Todos os acontecimentos da história humana se repetirão hoje. Tudo que já aconteceu um dia voltará a acontecer hoje. A vida toda vivida em um dia.

Um dia, um dia. Uma urna de prata contendo expectativa e esperança. Outra chance. De reinventar, de ressuscitar, de reencarnar. Um dia. O mínimo e o máximo da vida de todos nós.

Nesse livro, Um Lugar para Todos, Umrigar conta a história dos moradores do Edifício Wadia, localizado no subúrbio de Bombaim. São diversos personagens que, apesar das intrigas entre si, formam uma verdadeira família.

Recomendo para aqueles que gostam de drama e de conhecimento da cultura indiana.

Outros livros de Umrigar que li e recomendo: A Distância Entre Nós e A Doçura do Mundo.

3 de julho de 2011

A Mulher de Pilatos

MAY, Antoinette. A mulher de Pilatos. Rio de Janeiro: Sextante, 2008.

“A Mulher de Pilatos” é um livro emocionante e repleto de informações históricas sobre o Antigo Império Romano e os costumes da sociedade da época (adoração a diversos deuses, o domínio do homem sobre a mulher, os castigos dos pecados, a escravidão, as lutas entre os gladiadores, etc).

A autora Antoinette May cria uma história em que ficção e realidade se misturam com perfeição ao contar a vida de Cláudia Prócula.

Nascida com o dom da premonição, Cláudia era atormentada por visões de guerra e morte desde a infância. Mas, seu comportamento era diferente das outras mulheres: ao mesmo tempo que se comportava como uma dama era astuta e perseverante nos seus desejos.

Com essa personalidade inquietante conquistou o jovem Pôncio Pilatos. Mesmo casada, Cláudia se apaixona perdidamente pelo gladiador Holtan, mas continua lutando ao lado do marido para manter a ordem na sociedade romana, tomada pelo caos político e social.

Nesse tempo, conhece a sua amiga Miriam de Magdala, uma famosa prostituta da época. Cláudia prevê um homem que modificará toda a vida de sua amiga: um homem chamado Jesus.

Apesar do dom da vidência, a domina de Pilatos não consegue interferir no curso da história e evitar um dos mais trágicos acontecimentos de todos os tempos: a crucificação de Jesus.

Envolvente do início ao fim, riqueza de detalhes e repleto de romance, religião, aventura e suspense, “A Mulher de Pilatos” apresenta a possível vida dessa misteriosa mulher que, apesar de aparecer uma única vez na Bíblia, está profundamente ligada à história do cristianismo.

27 de junho de 2011

3096 dias - Natascha Kampusch

KAMPUSCH, Natascha. 3096 dias. Campinas: Verus, 2011.

Acabo de finalizar a leitura de 3096 dias de Natascha Kampusch. Acredito que a maioria sabe que, em 2008, uma jovem escapara de seu cativeiro de 10 anos: um velho porão na mansão do engenheiro de telecomunicações Wolfgang Priklopil. Eis que a vítima, Natascha Kampusch, relata nesse livro todo sofrimento e tortura física e psicológica que passou nos 3096 dias ao lado de seu sequestrador.

Recomendo, mas aviso: é um livro forte, repleto de emoção e revolta!

Natascha Kampusch sofreu o destino mais terrível que poderia ocorrer a uma criança: em 2 de março de 1998, aos 10 anos, foi seqüestrada a caminho da escola. O seqüestrador – o engenheiro de telecomunicações Wolfgang Priklopil – a manteve prisioneira em um cativeiro no porão durante 3.096 dias.

Nesse período, ela foi submetida a todo tipo de abuso físico e psicológico e precisou encontrar forças dentro de si para não se entregar ao desespero.

Agora, pela primeira vez, Natascha Kampusch fala abertamente sobre o seqüestro, o período no cativeiro, seu relacionamento com o seqüestrador e, sobretudo, como conseguiu escapar do inferno, permitindo ao leitor compreender os processos de transformação psicológica pelos quais passa uma pessoa mantida em cativeiro, sofrendo todo tipo de agressão física e mental imaginável.

20 de junho de 2011

Em Chamas - Suzanne Collins

COLLINS, Suzanne. Em chamas. Rio de Janeiro: Rocco Jovens Leitores, 2011.

Você acreditaria se eu falasse que li esse livro em apenas 1 dia? De fato, é a pura verdade! Assim, como aconteceu com o primeiro volume da trilogia Jogos Vorazes, Suzanne Collins soube como prender o leitor do início ao final. Contudo, no Em Chamas nos faz sentir um "desespero" pelo terceiro volume (lançamento previsto somente no próximo semestre).

Não quero comentar sobre a história, pois revelará muito e, aqueles que não leram o Jogos Vorazes obterão informações que somente será revelada quando estiverem com as mãos no livro mesmo.

Só posso finalizar esse breve post de hoje: leiam, leiam e leiam! Os dois livros já estão no top dos meus favoritos!

18 de junho de 2011

Lonely Hearts Club - Elizabeth Eulberg

EULBERG, Elizabeth. Lonely Hearts Club. Rio de Janeiro: Intrínseca, 2011.

Lonely Hearts Club é um livro que toda garota deve ler (desde que goste de um belo romance, é claro)!

Penny Lane Bloom é uma típica (ou não típica assim) garota americana. Seus pais são fanáticos por Beatles (Penny Lane é uma famosa música desse grupo) e apoiam qualquer ideia dela desde que estejam presentes os nomes de John, Ringo, Paul e George. Na plena adolescência, se apaixona por um amigo de infância e descobre que é com ele que quer perder sua virgindade. Mas, no dia exato que Penny resolve se "declarar totalmente" ao amado, ela o flagra com outra.

E a própria Penny fala por si:

"Eu, Penny Lane Bloom, juro solenemente nunca mais namorar enquanto viver.
Tudo bem, talvez eu reconsidere essa decisão em dez anos, ou algo asim, quando não estiver mais morando em Parkview, Illinois, nem frequentando a escola McKinley, mas, por hora, não quero mais saber de garotos. São todos a escória da humanidade, mentirosos e traidores.
Sim, todos eles. A essência do mal.
Claro que algun parecem ser legais, mas, assim que conseguem o que querem, dão o fora em você e partem para o próximo alvo.
Então, cansei.
Chega de namorar.
Fim"

12 de junho de 2011

Quarto - Emma Donoghue

Acabo de finalizar a leitura do livro “Quarto” da autora americana Emma Donoghue e fico com a sensação de liberdade. Ao mesmo tempo que considero esse livro como um dos mais belos que já li, em partes senti revolta e ódio. Como Donoghue soube descrever tão bem a linguagem e os pensamentos de uma criança de 5 anos?Acredito que isso seja um dos motivos de “Quarto” ser o novo best-seller da atualidade.
DONOGHUE, Emma. Quarto. Campinas: Verus, 2011.

“Para Jack, um esperto menino de cinco anos, o Quarto é o único mundo que existe. É onde ele nasceu e cresceu, e onde vive com sua Mãe, enquanto eles aprendem, lêem, comem, brincam e dormem. Ali há maravilhas infindáveis para soltar sua imaginação. À noite, sua Mãe o fecha em segurança no Guarda-Roupa, onde ele deve estar dormindo quando o Velho Nick vem visitá-la.

O Quarto é o lar de Jack, mas, para sua Mãe, é a prisão onde o Velho Nick a mantém há sete anos. Com determinação, criatividade e um imenso amor maternal, a Mãe criou ali uma vida para Jack. Mas ela sabe que isso não é suficiente, para nenhum dos dois. A curiosidade de Jack vai crescendo, assim como o desespero da Mãe, e ela elabora então um ousado plano de fulga, que conta com a bravura de seu filho”.

Uma história que prende do início ao fim. Recomendadíssimo!

10 de março de 2011

Jogos Vorazes - Suzanne Collins

Jogos Vorazes é uma obra de ficção científica para jovens escrito por Suzanne Collins. Foi originalmente publicado em 14 setembro de 2008 pela editora Scholastic, nos Estados Unidos. Já no Brasil o lançamento foi só em setembro de 2010.


Ele apresenta Katniss Everdeen de dezesseis anos, que vive em um mundo pós-apocalíptico no país de Panem onde costumava ser os Estados Unidos e onde poderosos governantes detém o poder em uma cidade central chamada de Capital.

Que os Jogos Vorazes comecem e que a sorte esteja com vocês!

No livro, os Jogos Vorazes são um evento anual na televisão, onde a Capital escolhe um menino e uma menina de cada distrito para lutar até a morte. Os Jogos Vorazes existem para demonstrar que nem mesmo as crianças estão acima do poder da Capital.

Quer saber mais sobre o livro? Clique aqui.

COLLINS, Suzanne. Jogos Vorazes. Rio de Janeiro: Editora Rocco, 2010. 400p. (Jogos Vorazes, v.1)

8 de março de 2011

Brincando de Cozinhar e Cia

Pessoal, lançamos um novo blog sobre receitas culinárias e etc. Faça uma visita!!!
Clique AQUI.

Em breve, mais post no Clube do Livro.

13 de janeiro de 2011

Ponte das Lembranças

Ciúme, orgulho e vingança são sentimentos que, sem dúvida alguma, nos fazem sofrer.Somente o verdadeiro amor e o perdão podem ser pontes para uma vida feliz e reinar sobre essas piores sensações.




O livro Ponte das Lembranças, psicografado por Eliana Machado Coelho, retrata a história de duas amigas que perdem o contato por mais de 45 anos. Mas, com a ajuda do mundo moderno,os filhos fazem o reencontro elas, revigorando a amizade que parecia perdida no tempo. A autora também relata, em alguns trechos, sobre o atentado de 11 de setembro. Só posso afirmar que adorei essa livro (finalizei a leitura em um único dia!).
Enfim, uma obra que nos ensina a entender questões como resgates coletivos, lembranças de vidas passadas, mortes acidentais e ciúme, entre outros temas tão importantes para nossa evolução espiritual.

Por Mirlei Saes

Categoria: Romance Espírita.